NATAÇÃO



IV Festival de Natação

"Nadando para Vida" 2018 acontece no Náutico neste sábado

Clique para Ampliar!

Neste sábado, 10 de março, a partir das 9 horas, o Departamento de Esportes do Clube Náutico Mogiano realiza o IV Festival de Natação “Nadando para Vida” 2018. O Festival foi idealizado pela professora Maria de Lourdes da Rocha juntamente com o professor Maurício Faria dos Santos em 2014. A iniciativa surgiu para fomentar o esporte e estimular crianças e jovens a prática da natação como ferramenta transformada de vidas, além da aquisição de um hábito saudável e o bem estar físico, mental e social.

A estimativa de público do festival é de 200 alunos entre 4 e 16 anos (alunos da natação, sanção premial, Colégio Náutico Mogiano e associados do Clube Náutico Mogiano), que nadarão 50 metros na piscina semi olímpica do Náutico.

Como apoios do festival participarão cerca de 70 alunos da Faculdade do Clube Náutico Mogiano que irão colaborar com o evento.

Durante o evento haverá apresentação dos ex-nadadores e atletas Náutico dos anos de 1960, 1970 e 1980, Lucila Martins, YoshikaroUmeoka, Norma Umeoka, MarieneUmeoka, Marcia Umeoka, Ângela Gonçalves Cana Ferreira, Sebastião Álvaro Galdino, Katia Correa, Lourdes Martinez, Tsuneo Ikeda, que farão uma apresentação para relembrar os áureos tempos.

O festival tem realização e organização do Clube Náutico Mogiano e Faculdade do Clube Náutico Mogiano.



Luciano Namorado "Das Piscinas aos Pódios"

"Exposição em homenagem ao nadador José Luciano Nava Namorado"

Clique para Ampliar!

No próximo dia 20, o Clube Náutico Mogiano inaugura a exposição em homenagem ao nadador Luciano Namorado, que representou a agremiação do Mogilar durante anos de sua carreira. Marcada para as 10 horas, o hall do salão social estará repletos de fotos, história, medalhas e troféus de toda carreira do namorado.

José Luciano Nava Namorado nasceu no dia 23 de maio de 1952, na cidade de Sousel – Portugal, José Luciano Nava Namorado é filho de Luciano Escobar Dias Namorado e Maria Assunção Cardoso Nava Dias Namorado, sendo o mais novo de três irmãos.

Apesar da nacionalidade europeia, ainda muito jovem, aos 8 anos, sua família veio para o Brasil, morar na cidade de Campinas.

Quando a família de José Luciano Namorado decidiu mudar-se de Sousel (Portugal) para o Brasil, não sabia que essa decisão teria uma importante influência sobre o futuro da natação brasileira. Aquele garotinho que veio para o Brasil ainda tão jovem foi recordista brasileiro dos 200m nado livre, além de possuir seis recordes paulistas: 200 m nado borboleta; 200m nado medley; 200m nado livre; 400m nado medley; 400m nado livre e 1.500 m nado livre.

No início da carreira, ainda quando morava em Campinas Luciano frequentava o Tênis Clube e todo dia ia brincar na piscina do clube. Gostava de assistir aos treinamentos da equipe, e um dia pediu para treinar também. Na época ia haver uma competição contra Itu e o recém-praticante da modalidade foi escalado para nadar na prova dos 100m nado livre, ficando em sexto lugar. Depois dessa fase em Campinas, Namorado começou a levar a natação a sério e a treinar como um verdadeiro nadador de competições.

Veio para São Paulo e começou a nadar pelo Corinthians, onde com muito treino melhorou seu desempenho. Neste período, o nadador recebeu o convite do Clube Náutico Mogiano para ingressar em sua equipe, pois o Náutico estava tentando montar a melhor equipe de natação do país, passando a defender a bandeira da agremiação mogiana.

Aos 20 anos, Namorado já estava com o pensamento em competições internacionais, treinando de sol a sol para conquistar grandes resultados. Com seu emprenho, Namorado logo mostrou a que veio, incentivado pelos técnicos Fernando Marco Soraggi, Nelson Fernandes e Sebastião Álvaro Galdino, Namorado conquistou 7 recordes mundiais. Participou do Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 1973, em Belgrado, onde terminou em 5° lugar no revezamento brasileiro dos 4x100m livre, junto com Ruy de Oliveira, José Aranha e James Huxley Adams. Na mesma competição ele chegou 13º lugar nos 200m livre e nos 400m livre, fez o tempo de 4m14s37, não chegando a final da prova.

Além disso, ele também nadou revezamento 4x200m livre, terminando em 11º lugar, com o mesmo time.

Na Universidade de Moscou 1973, Namorado ganhou uma medalha de bronze nos 400 m livre, com tempo de 4m12s74. Nos Jogos Pan-Americanos de 1975, na cidade do México, ele ganhou duas medalhas de bronze nos revezamentos 4x200m livre e 400m medley e terminou em 8º lugar nos 100m livre.

Namorado foi recordista Sul-Americano nos 200 m livre. Em 1973, ele bateu duas vezes o recorde Sul-Americano dos 400m livre.

Namorado morreu no início da década de 80, casado deixando duas filhas: Fernanda e Natália.

José Luciano Nava Namorado faz parte da história do Náutico e principalmente da história da natação Brasileira, estando nós, do Clube Náutico felizes em poder homenageá-lo com essa exposição. Manifestando nossa gratidão por todo empenho em representar o Náutico dentro e fora das piscinas.


Fernando Soraggi e Clube Náutico Mogiano – Uma União de sucesso!

Clique para Ampliar!

A história de Fernando Soraggi na natação pode ser facilmente confundida com a do Clube Náutico Mogiano, afinal por quase 20 anos, as piscinas de nossa agremiação foram sua casa.

No início da década de 70, a equipe de natação do Clube Náutico Mogiano era uma das maiores forças da modalidade no País. Lá estavam concentrados os nadadores mais requisitados pela Seleção Brasileira para a disputa de torneios sul-americanos, pan-americanos, Mundiais e Olimpíadas. E todos sob o comando do técnico Fernando Soraggi.

Nascido na cidade de Formiga, interior de Minas Gerais, ele chegou em Mogi no ano de 1963 para estudar Química no antigo Ateneu Mogiano – depois denominado Liceu Braz Cubas.

Desde então, Soraggi acumulou inúmeras funções no esporte nacional e mogiano. Foi técnico da Seleção Brasileira de natação pelo período de 12 anos; treinou a equipe do Clube Náutico Mogiano por 19 anos; é ex-titular da cadeira de natação do Clube Náutico; ex-membro da comissão técnica da Confederação Brasileira de Natação; treinou atletas campeões Paulista, Brasileiro, Sul-Americano, Pan-Americano, Mundial e Olimpíadas Universitárias; ex-titular da cadeira de Metodologia do treinamento desportivo da Universidade Mogi das Cruzes (UMC), ex-técnico e diretor de natação de Suzano; diretor e proprietário da Academia Soraggi Sports; e foi secretário de Esportes e Lazer de Mogi de 2003 a 2007, na gestão do prefeito Junji Abe.

Formado em Educação Física na Universidade Metropolitana de Santos, onde estudou ao lado de jogadores como Leão e Pelé, ele lecionou na Faculdade do Clube Náutico e também na Universidade de Mogi das Cruzes (UMC).

O Clube Náutico Mogiano tem a honra de ter o nome de Fernando Soraggi na sua história e orgulha-se em poder homenageá-lo por todo trabalho desenvolvido em nossa agremiação.


III FESTIVAL DE NATAÇÃO INTERNO NADANDO PARA VIDA

No próximo dia 30, o Clube Náutico Mogiano realiza o III Festival de Natação Interno “Nadando para Vida”.

Com o início marcado para as 9 horas, mais de 350 crianças irão se apresentar na piscina semiolímpica (25 metros) do complexo aquático do Clube Náutico.

Com a modalidade de nado livre, as crianças nadarão 50 metros em categorias dividas por sexo e idade, dos 2 aos 16 anos.

Irão se apresentar as crianças do Colégio Náutico Mogiano, dos contratos de natação do Clube Náutico Mogiano e do projeto Sanção Premial, coordenado pela Secretaria de Educação da Prefeitura Municipal de Mogi das Cruzes.

Aos sócios, informamos que as piscinas semiolímpica e infantil estarão interditadas para a realização do festival no período das 8h às 12h, mas a piscina olímpica estará disponível para uso.

Agradecemos a compreensão de todos e aguardamos vocês para essa grande festa!


Valores 2016

NATAÇÃO TRIMESTRAL C.N.M

Cópia dos documentos do Responsável e Aluno:

  • - RG / Certidão Nascimento (Aluno)
  • - RG e CPF (Responsável)
  • - Comprovante de Endereço (Atualizado)
  • - 02 Fotos 3X4 (responsável) - 03 Fotos 3X4 (aluno)

MATRÍCULA PROMOCIONAL: R$30,00

Sócio Não Sócio
4 x por semana R$ 165,00 R$ 330,00
3 x por semana R$ 135,00 R$ 270,00
2 x por semana R$ 120,00 R$ 240,00
1 x por semana R$ 105,00 R$ 210,00
* Os valores são referentes ao trimestre

Forma de Pagamento: Parcelado em até 03x s/ juros no cheque ou Cartão de Crédito.


EXAME MÉDICO – R$20,00 - Obrigatório Traje de Banho

Terça-feira 17h às 18h
Quinta-feira 17h às 18h
Sábado 10h30 às 12h30
Domingo 10h30 às 12h30

SECRETARIA DO CLUBE NÁUTICO MOGIANO
(11) 4791-7101(11) 4791-7103

Inscrições:
De Terça a Sexta-feira das 09h às 16h

Idade Mínima de 05 anos

Contrato a partir de 01 de Outubro de 2015



Lucila Martins

Ex- atleta do Náutico comemora 44 anos da medalha do Pan da Colômbia

Lucila Martins deu suas primeiras braçadas no cocho do Rio Tietê por influência do pai, Luiz Martins. Na época o curso d’água era uma das opções de lazer para os mogianos. Luiz, seu primeiro grande exemplo, já era nadador e competia em travessias de rio.

"Eu e meus cinco irmãos sempre fomos incentivados a nadar. Antes do Clube Náutico construir a piscina, só tínhamos o rio para treinar. Depois que a piscina foi construída já viemos treinar no Clube, mas eu nunca pensei que em ser profissional”, lembra.

Mesmo não tendo as competições como seu principal objetivo, elas não demoraram a aparecer. A primeira foi um torneio amistoso entre o clube e uma empresa da Zona Leste de São Paulo. Lucila ficou em segundo lugar no nado costas.

No início de sua carreira, as competições amistosas eram as disputas que a equipe de natação participava, concorrendo com equipes do Vale do Paraíba e Capital. Os grandes torneios surgiram a partir do Campeonato Paulista de 1967.

O Náutico sempre teve um papel fundamental na carreira de Lucila, com treinamentos intensos e técnicos dedicados. Durante os quinze anos de sua trajetória Lucila sempre nadou pelo Clube Náutico, e conquistou aproximadamente 1050 medalhas. Mesmo tendo recebido diversos convites de outros clubes, como o Botafogo, Fluminense e Corinthians.


Início

Apesar de ter aprendido a nadar desde muito cedo, com três anos de idade, na natação Lucila ingressou aos dez anos com o Sargento Expedito, com treinos às seis horas da manhã. Depois de um ano, o treinamento continuou com o técnico Fernanda Soraggi.


Campeonatos Sul-Americanos

No Campeonato Paulista de 1947, Lucila conquistou a classificação para o Troféu Brasil daquele mesmo ano e a oportunidade para tentar uma vaga nos Jogos Pan-Americanos de 1967, em Winnipeg, no Canadá.

Um ano depois, a nadadora participou de sua primeira competição internacional, o Campeonato Sul-Americano, realizado no Rio de Janeiro. Os ótimos resultados nas piscinas cariocas provaram que Lucila era uma das principais nadadoras brasileiras da época. Ela fez parte da equipe campeã do revezamento 4 x 100 metros livres, foi medalha de prata nos 200 metros medley e bronze nos 100 metros nado de costas.


Jogos Pan-Americanos

Apesar de já ter participado de competições importantes, o grande momento da carreira de Lucila estava por vir, os Jogos Pan-Americanos disputados em Cali, na Colômbia, em 1971.

Na competição dos 100 metros costas, ela conquistou o quinto lugar. Mas uma nova chance de medalha surgiu com o revezamento 4 x 100 metros livres. A oportunidade para ingressar na equipe surgiu após seu técnico, Fernando Soraggi, pedir uma eliminatória para definir a equipe. Com o pedido aceito pela comissão da Seleção Brasileira, Lucila conseguiu seu lugar para a equipe de revezamento junto com Rosimere Prado, Maria Tereza e Lucy Burle.

A meta da equipe brasileira era chegar em terceiro lugar, pois Estados Unidos e Canadá já eram, na época, grandes potências da natação. As meninas não só conquistaram o lugar no pódio, como fizeram um tempo excelente de 5min14s.


Mais conquistas

  • - Tri-Campeã Sul Americana (Rio de Janeiro – 1968, Peru – 1970 e Chile – 1972)
  • - 3º lugar nos Jogos Panamericanos – Colômbia, 1971.
  • - Campeã dos Jogos Luso-Brasileiros – Portugal e Províncias, 1972.
  • - Campeã da Travessia de São Paulo – Repressa Billings
  • - Campeã da Travessia do Rio Piracicaba
  • - Campeã da Travessia do Rio Sorocaba
  • - Campeã das Olímpiadas do Exército – Recife
  • - Campeã Brasileira – São João da Boa Vista
  • - Bi-Campeã da Travessia da Represa de Juiz de Fora
  • - Tri-Campeã do Troféu Brasil
  • - Penta-Campeã dos Jogos Abertos
  • - Hexa-Campeã dos Jogos Regionais
  • - Hexa-Campeã Paulista
  • - Hexa-Campeã do Troféu Bandeirantes
  • - Medalha do Mérito Esportivo do C.O.B.

Lucila Martins

44 anos da medalha do Pan da Colômbia

Natação

Comandado pela experiente Lurdinha, Náutico oferece turmas a todas as idades

Nos dias de calor quem não quer se refrescar em uma piscina? Mas, o que para muitos é pura diversão, para outros, qualquer contato com a água gera pânico enorme, principalmente quando não se sabe nadar. A natação é um esporte que trabalha todos os músculos, ajuda a reduzir a gordura corporal e alivia as tensões do dia a dia. Por ser praticado na água, o esporte não oferece impacto, o que diminuiu os riscos de lesões, por amortecer os impactos. Ao nadar todos os estilos do esporte (crawl, costas, peito e borboleta), a pessoa desenvolve todos os músculos e melhora seu sistema cardiorrespiratório. As aulas são ministradas de terça a sexta-feira no complexo aquático do Náutico, é coordenado pela professora Maria de Lourdes da Rocha, a Lurdinha, técnica de natação do PCB, e da Confederação Brasileira de Desportes para Cegos (CBDC) e diretora de arbitragem de natação da Liga Aquática do Alto Tietê, ela passa segurança aos alunos, desde o primeiro contato com a água. Informações, preços e horários: 4791-7103

Parabéns Lurdinha. Realmente um grande exemplo de pessoa e amor ao esporte. Grande guerreira e profissional. Infelizmente o esporte não dá o devido reconhecimento a profissionais essenciais como Lurdinha merecem.


Leia mais sobre nossa Lurdinha

Festival de Natação

Data: 06 de Dezembro
Organização: Associação de Deficientes Físicos
Equipe Paradesportiva do Clube Náutico Mogiano